As 10 frutas mais perigosas do mundo

Frutas sempre foram consideradas essenciais para manter uma boa dieta e manter a sua saúde em dia. Entretanto, existem alguns tipos de frutas que se consumidas em grandes quantidades, podem ser mortais.

Por Cássio Coelho

Frutas sempre foram consideradas essenciais para manter uma boa dieta e manter a sua saúde em dia. Entretanto, existem alguns tipos de frutas que se consumidas em grandes quantidades, podem ser mortais. Isso ocorre porque algumas desses frutas podem conter substâncias consideradas verdadeiros venenos, como por exemplo, o cianeto. Neste artigo, você vai conhecer as 10 frutas mais perigosas do mundo.

As 10 frutas mais perigosas do mundo

10. Carambola amarela

A carambola é uma fruta muito saborosa, inclusive, pode ser encontrada em todos os grandes mercados. Além de possuir poucas calorias, esta fruta é rica em fibras e vitamina C. Entretanto, apesar de todos esses benefícios, a carambola amarela não é recomendada para pessoas que possuem problemas no rins, pois, ela possui uma grande quantidade de oxalatos. Elá pode trazer grandes benefícios, se não for consumida de maneira moderada. Em alguns casos, comer muita carambola pode levar a danos nos rins, convulsões e até morte. O tratamento para o envenenamento por carambola pode ser bastante complicado, porque os cientistas não conseguiram identificar oficialmente a toxina que a torna mortal.

car

9. Ackee

A ackee é considerada a fruta nacional da Jamaica. Derivada da árvore ackee, esta fruta pode ser extremamente venenosa se consumida de maneira inadequada. Comer fruta não amadurecida pode causar doença de vômito jamaicana, o que pode levar a um coma ou morte. O ackee é venenoso porque contém hipoglicerina e, portanto, os manipuladores devem ter cuidado ao preparar as vagens do ackee para comer. De fato, esta fruta não deve ser comida até que as cápsulas externas de proteção se abram naturalmente e fiquem vermelhas.

ackee

8. Sabugueiro

Esta fruta que fica presa nos galhos da árvore de sabugueiro é muito utilizada para fazer geléias, compotas, vinhos e chás. O fruto do sabugueiro é muito saboroso, mas também pode ser extremamente venenoso. As folhas, sementes e galhos da planta do sabugueiro contêm glicosídeo, uma substância que cria cianeto. Dependendo da concentração de glicosídeo, você pode sentir muita dor ao ingerir. Alguns dos sintomas típicos do envenenamento por sabugueiro incluem coma, diarréia, vômito e náusea. No entanto, embora todas as partes do sabugueiro sejam venenosas, a planta normalmente apresenta um baixo nível de toxicidade.

sab

7. Núcleo do caroço do Damasco

O damasco é uma fruta excelente, mas o núcleo (parece uma amêndoa) que está dentro do seu caroço pode ser muito venenoso se consumidos em excesso. Lembrando que os grãos de damasco são frequentemente utilizados na área gastronômica de algumas culturas.

A amígdalina, também chamada de laetrile, é a substância encontrada no pequeno núcleo de damasco. Ele é convertido em cianeto no corpo, mas isso não impediu que ele fosse comercializado como um medicamento alternativo, que às vezes é chamado de vitamina B17. Em doses muito altas, a amigdalina pode fazer com que o corpo produza cianeto suficiente para levar ao nervosismo, insônia, pressão arterial baixa e morte.

ff

6. Manchineel

Esta fruta nativa do caribe possui o tamanho de uma tangerina, mas é mais conhecida como "maçã da praia''. Além disso, a Manchineel é muito saborosa, mas tanto a fruta quanto sua árvore são extremamente perigosas, até mesmo com um simples contato. A ingestão da fruta pode causar quase imediatamente ulcerações esofágicas e orais, além de edema grave.

Quando a seiva leitosa da árvore de manichineel toca a pele, pode causar queimaduras, bolhas e inflamação. Esta espécie de árvore também produz dermatite de contato. Até a simples queima da árvore de manichineel pode causar extrema irritação nos olhos.

ff

5. Pangium Edule

Nativa do sudeste asiático, esta árvore produz uma enorme fruta marrom, que é muito utilizada na culinária oriental. Entretanto, é preciso ser um bom chef de cozinha para manusear a fruta da Pangium Edule, pois, suas sementes são tóxicas e podem causar sonolência, delírio e morte. Quando as sementes não estão sendo usadas para envenenar ratos, elas são fervidas ou fermentadas até que o veneno seja removido e transformado em óleo de cozinha.

pp

4. Fruto da Árvore do eixo europeu

Esta árvore fornece alimento para diversas espécies de pássaros e insetos, além de ser muito bonita. No entanto,nunca tente comer as frutas desta árvore. Tanto a árvore quanto seus frutospodem ser um poderoso laxante. Grandes doses podem resultar em dor de estômago extrema e excessiva. Alguns dos outros sintomas de envenenamento por fuso incluem náusea e diarréia.

ee

3. Pinhão manso

As pequenas árvores de pinhão manso podem ser encontradas em todos os cantos do planeta. Tanto em climas tropicais, como também em climas subtropicais. Entretanto, suas frutas amarelas, podem ser extremamente tóxicas. Isso porque, suas sementes negras são ricas em ricina.Quando ingeridas, as sementes de pinhão manso podem causar vômitos, diarréia e danos nos rins.

p

2- Frutas vermelhas da Árvore de Teixo

Esta árvore tem lindos frutos vermelhos e pode ser encontrada em toda a América do Norte, Europa e partes do Oriente Médio. Enquanto as bagas vermelhas brilhantes não são venenosas, a casca, sementes e folhas são conhecidas por serem mortais para os seres humanos. Os sintomas menos graves de envenenamento por essas frutas incluem diarréia, dor de cabeça, tontura, fraqueza muscular, dor de estômago, vômito, tremores e pupilas dilatadas, enquanto os sintomas mais assustadores incluem dificuldade extrema em respirar, coma, convulsões, batimentos cardíacos irregulares e, é claro, morte.

rr

1. Fruto da Árvore Estricnina

Por fim, chegamos a fruta mais perigosa do mundo e ela é encontrada na Estricnina, árvore nativa da Austrália mas que também pode ser encontrada na Ásia. Os frutos produzidos por esta árvore são extremamente tóxicos. Para se ter uma ideia, a Estricnina era o principal ingrediente do veneno de rato usado para conter o flagelo da peste bubônica.

A ingestão de estricnina leva a convulsões, que podem ser tão graves que os músculos se afastam dos ossos. Dizem que as vítimas alcançaram posições corporais que de outra forma não seriam possíveis, com a morte após exaustão ou parada cardíaca.

ec

Então, o que achou do nosso artigo?

Comentários
Minha foto
    Siga nossas redes sociais